Incentivo                        Patrocínio               Realização

Projeto 441-2015 e Projeto 1375-2017

Desenvolvimento Coletivo Naiá 

    AMI - Associação Mães que Informam

    5 minutos pra mim.


    A maternidade traz consigo muitas maravilhas e aprendizados, mas também nos apresenta sombras que nos desafiam num lugar visceral. A culpa, a preocupação, o julgamento, o isolamento e a anulação são experiências comuns ao 'ser mãe' e ainda mais intensas quando se trata de ser mãe de filhos com deficiência. Adriane Cruz responsável pelo surgimento da AMI (Associação Mães que Informam), é mãe de um filho com deficiência que precisou brigar muito para ter acesso aos direitos do filho e para compreender os seus próprios direitos. Adriane nos conta que durante algum tempo se anulou enquanto mulher, enquanto ser humano em prol do bem estar do filho. E que enquanto brigava por ele se esquecia cada vez mais dela e nem se dava conta disso. Até que ao entrar em contato com outras mães que vivenciavam a experiência de maternar filhos com deficiência há mais tempo que ela, pode perceber que as mulheres não mais existiam, mesmo depois dos filhos já em fase adulta.

    Compreender a ausência de si mesma fez com que ela resgatasse a vontade de estar viva e buscasse um novo caminho o qual supriria ser mãe e ser mulher. Foi aí que Adriane, junto a Andreia, Neide e Cláudia iniciou a retomada da própria vida e em seguida criou o AMI para apoiar e ressuscitar outras mulheres.

    A AMI - Associação mães que informam, vem fornecer acesso, informação e facilitar o caminho de mães de filhos com deficiência no que diz respeito a direitos e serviços. Mas além disso, promove encontros abertos toda última quarta do mês na casa dos direitos humanos. Esses encontros fazem parte do projeto '5 minutos pra mim' e visam proporcionar um momento para que essas mães se cuidem, se apoiem, troquem experiências e resgatem ali os prazeres da vida. Além dos encontros mensais, o projeto 5 minutos pra mim atua sob a demanda das mulheres promovendo acesso a cultura, a momentos de lazer e a oficinas. Elas contam com um grupo de WhatsApp que aproxima as mulheres e gera novas conexões.

    Ao conhecer a realidade de vida de muitas mulheres a partir das trocas ao longo do tempo, a AMI compreendeu que as participantes apresentavam outras questões que precisavam ser olhadas como a dificuldade de obterem autonomia financeira, a falta de apoio familiar e situações abusivas. Assim, inauguram agora, o Família Empreendedora movimento que busca o desenvolvimento da autonomia financeira dessas mulheres afim de facilitar o posicionamento diante de situações abusivas e de limitação de acesso.

    A AMI vibra a energia de Adriane, uma mulher alto astral, ligada e extremamente humana. É lindo o fazer da associação e se define bem ao ouvirmos as palavras de sua fundadora:

    "Eu amo viver. Tenho tanto amor pela minha vida que quero dar vida a todas as mulheres!"


    Facebook: @associacaomaesqueinformam

    Contato: (31) 9 8906-4412

    Email: aassociacaomaesqueinformam@gmail.com





    Belo Horizonte. Minas Gerais. Brasil. Fixo. Acessibilidade. Mães. Militante, educação e social.

    Faça contato com a gente!
    Será um prazer conhece-la (lo)!

    31 9 8959 - 2008
    31 9 9292 - 0064
    coletivonaia@gmail.com
    Belo Horizonte - MG / Brasil