Solta Minha Mãe

O projeto Solta Minha mãe, idealizado pela Fernanda e pela Ana Paula, proposto pela Assessoria Popular Maria Felipa, da qual elas fazem parte, tem como objetivo diminuir o número de mulheres gestantes, mães e avós em privação de liberdade.

 

O projeto está sendo executado desde o ano de 2017, e pretende fazer juridicamente pedidos de perdão de pena de cerca de 600 mulheres que estão em três presídios da região metropolitana de Belo Horizonte. Serão também aplicados questionários para mapear mais detalhadamente a realidade destas mulheres. Como elas nos contaram, segundo os dados da INFOPEN cerca de 60% das pessoas presas têm filhos. Mas que dentro destes dados não se sabe quantos são de homens e/ou de mulheres presas. Quantos anos estes filhos tem e com quem ficaram quando estas pessoas foram presas.

 

Serão propostos dois seminários que pretendem fomentar debates no meio acadêmico e do Direito sobre as realidades do encarceramento de mulheres e mulheres mães hoje no Brasil. Expor questões como a praticamente inexistência de unidades construídas especificamente para mulheres e o descaso por políticas do sistema prisional para a atenção de suas necessidade específicas.

 

Essa conversa foi cheia de grandes aprendizados para nós, sobre realidades de desigualdade de direitos e descasos com as mulheres em privação de liberdade. Uma realidade tão próxima e ainda tão invisibilizada politicamente e socialmente. Acreditamos que o projeto Solta Minha Mãe contribui positivamente não só na vida destas mulheres que serão contempladas com a redução de pena e na vida de seus filhos e famílias, como também na sociedade em geral através das reflexões e conteúdos que serão gerados com a execução do projeto. Um trabalho importantíssimo e inspirador feito por mulheres para mulheres.