Coletivo Empodere Se Mulheres Quilombolas Pinhões

O que é ser Quilombola?

"Não tem muito o que dizer. É viver tudo isso que vivemos."

O Coletivo Empodere-se Mulheres Quilombolas Pinhões, nasceu em 2016 da discussão sobre ser quilombola e a necessidade do reconhecimento jurídico da comunidade de Pinhões enquanto remanescente de quilombo. Andreia Crivaro é a fundadora e está à frente do Coletivo, tendo a colaboração de Nilma Azevedo, Virgínia Apolinário, Taís Azevedo, Daiana Firmo e Débora Rodrigues, que conta, hoje, com a participação de mais de 40 mulheres e trabalha em diálogo com a comunidade de um modo geral.


Com sede no EQTA - Espaço Quilombola Teto Aberto e o Coletivo atua oferecendo oficinas, cursos, cultura e lazer em parceria e escuta ativa com a comunidade e suas manifestações culturais. Além do acesso e da melhoria da qualidade de vida do seu povo, é uma preocupação do Coletivo o empoderamento das meninas e das mulheres a partir do reconhecimento da própria história e da busca pela construção da identidade quilombola. Visando atender essa preocupação é proposto um trabalho educativo ativo com a Escola local reconhecida pela SEE/MG como Quilombola, na realização de reuniões temáticas mensais abertas às mulheres no EQTA.


O trabalho realizado pelo Empodere Se desperta em nós a esperança da possibilidade da preservação da cultura alinhada a busca pela superação das estruturas patriarcais e racistas as quais sustentam a nossa sociedade. Uma vez que a luta dessas mulheres, uma nova geração é justamente pelas tradições e pelas raízes que emancipam o seu povo por meio do contato com a história ancestral, entendendo as tradições como algo dinâmico e que se ressignifica em conformação aos movimentos dentro e fora da comunidade.


Por trás de cada mulher em Pinhões há uma linhagem de muitas outras mulheres que mantiveram a existência desse território pelo saber e fazer. Expressados pelas bordadeiras, cozinheiras, lavadeiras, doceiras, parteiras, benzedeiras, raizeiras, balaieras. Mulheres de luta que ensinam sobre persistência, resistência, determinação, amor, solidariedade e alegria. Mulheres que transmitem e ensinam um modo único de criar e manter a vida. E dão a benção àquelas que se tornaram bacharéis para que nesse novo tempo superem as dores e apagamentos sofridos pela colonização e seus desdobramentos, resgatando as potências e expressões outrora sincretizadas à ordem branca às custas da vida dos antepassados daquele território.


Quem diria que a subversão jovem seria deitar em honra aos mais velhos, pedir a benção dos ancestrais que fazem mais de 200 anos de história. Esse encontro foi um presente. Um mergulho ao ventre da terra dos Pinhões.


Pra saber mais sobre o Coletivo de Mulheres Quilombolas Empodere Se e do EQTA - Espaço Quilombola Teto Aberto acompanhe as redes sociais!


Instagram: @coletivoempoderese

Facebook: fb/coletivoempoderese

E-mail: andreiaquilombos@gmail.com;

coletivoempoderese@gmail.com ;

espacoquilombolatetoaberto@gmail.com


Contato: 31 98699 4257

Integrantes: Andreia, Virgínia, Daiana, Taís, Nivia, Nilma, Carmen, Selma, Zuleika Carol, Janete, Maria Rosalina, Érica


Belo Horizonte . Minas Gerais . Brasil . Intinerante . Arte, Cultura e Comunicação . Social, Militante e Educação . Quilombo . Empoderamento . Espaço Cultural

Faça contato com a gente!
Será um prazer conhece-la (lo)!

31 9 8959 - 2008
31 9 9292 - 0064
coletivonaia@gmail.com
Belo Horizonte - MG / Brasil
           Incentivo                        Patrocínio               Realização

Projeto 441-2015 e Projeto 1375-2017

Desenvolvimento Coletivo Naiá