MALTA - Mulheres da América Latina Reunidas pelo Tambor

O caminho que alguém abriu pra gente, a gente abre pra alguém.

Poliana Tuchia


MALTA - Mulheres da América Latina Reunidas pelo Tambor é uma rede de fortalecimento de mulheres tamboreras da América Latina. Fundada em 2016 pela Chaya Vázquez, Poliana Tuchia e Isabela Leite, três mulheres poderosas, percussionistas, multiartistas. Que utilizam a música, a percussão, o tambor, como ferramentas de fortalecimento feminino, de ocupação do lugar da mulher na música, na percussão.


Hoje a MALTA têm duas frentes principais: o Mapeamento e a Escola.


O Mapeamento reúne e fomenta visibilidade ao trabalho de mulheres percussionistas e tamboreras dos diversos países da América Latina. Mulheres que também são multiplicadoras destes saberes populares para outras mulheres. Esta rede de fortalecimento é construída através de intercâmbios culturais e publicações sobre a história e trabalho destas mulheres no site da MALTA. Promovem encontros presenciais para tocar e trocar perspectivas, tanto no Brasil, quanto nos outros países de origem destas mulheres. A intenção do mapeamento é promover espaços de compartilhamento e valorização da cultura popular produzida e ensinada por mulheres para o mundo.


"Quando a gente fala em percussão a gente não fala só sobre o instrumento, o instrumento ele fala muito de uma cultura, ele fala muito de um povo, de um lugar. O instrumento tem um porquê e um para que de estar em um determinado contexto, é de fato uma manifestação cultural." Isabela


A Escola surgiu buscando suprir uma demanda de ser ter espaços de ensino de música feito por e para mulheres. Sua grade é composta de cursos de curta duração de percussão, baixo, guitarra, bateria, voz, percepção musical, áudio, iluminação… Todas ministradas por mulheres. A proposta é disponibilizar um lugar para o compartilhamento de conhecimentos de uma para para outra com um ensino conduzido com empatia, escuta e fortalecimento. Um espaço onde a mulher sente que pode errar, experimentar, se entregar.


"Tocar tambor é um lugar de força, lugar de descarrego, de limpeza e isso pra mim é um motivo muito forte para querer compartilhar." Chaya


Conheça mais desta potente iniciativa visitando o site www.maltabrasil.com


Instagram: @maltatamboreras

Facebook: fb/maltabrasil

E-mail: maltatamboreras@gmail.com

Contato: 31 997497236

Integrantes: Chaya Vázquez, Isabela Leite e Poliana Tuchia



America Latina . Belo Horizonte . Minas Gerais . Brasil . Intinerante . Arte, Cultura e Comunicação . Social, Militante e Educação . Tamboreras . Percussão . Tambor . Mapeamento . Música . Cultura Popular

Faça contato com a gente!
Será um prazer conhece-la (lo)!

31 9 8959 - 2008
31 9 9292 - 0064
coletivonaia@gmail.com
Belo Horizonte - MG / Brasil
           Incentivo                        Patrocínio               Realização

Projeto 441-2015 e Projeto 1375-2017

Desenvolvimento Coletivo Naiá