Programa de Inclusão Social do Egresso do Sistema Prisional - PrEsp

Projeto Tecendo Diversidades


O Tecendo diversidades é um projeto que foi desenvolvido pelo PrEsp BH (Programa de Inclusão Social de Egressos do Sistema Prisional) no 1º semestre/2019, junto a mulheres privadas de liberdade, que cumprem regime semiaberto no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto (PIEP).

O PrEsp é um programa que oferece apoio para pessoas egressas do sistema prisional e familiares, com o objetivo de favorecer a vida em liberdade, as condições de acesso aos serviços públicos e garantia dos direitos sociais. O programa faz parte da Política de Prevenção Social à Criminalidade do Governo de Minas Gerais. Uma das frentes de atuação do programa é execução de grupos dentro das unidades prisionais com os pré-egressos, ou seja, pessoas que estão no regime semiaberto e que tem a previsão de seis meses de progressão para o regime aberto.

O PrEsp de Belo Horizonte executa grupos na PIEP desde 2009. Pelo menos duas vezes no mês, as pré-egressas recebem a equipe do programa e são convidadas a participarem de oficinas, vivências ou rodas de conversa com temáticas definidas a partir das demandas observadas no grupo. A cada seis meses uma nova equipe assume o grupo, recebendo a devolutiva e as orientações da equipe anterior.

O projeto Tecendo Diversidades teve como objetivo proporcionar um espaço de troca de experiência e de reflexões, contribuindo para que as participantes pudessem refletir acerca das construções de identidade de gênero, raça e encarceramento. Com a atuação do programa dentro da penitenciária, busca-se criar vínculo com as mulheres, para que reconheçam no PrEsp um lugar de apoio pós encarceramento, contribuindo com a inserção social.

Foram abordados nesse projeto temas como autoconhecimento, conhecimento corporal, mulher no mercado de trabalho, construção identitária e sororidade. Para a execução das propostas semestrais, o programa pôde contar com o apoio da rede parceira em alguns encontros.

É um trabalho lindo e de extrema potência, uma vez que dá espaço para essas mulheres se compreenderem e se olharem por meio do reconhecimento da própria essência. Tivemos a honra de conhecer o projeto na gestão da Marina, Thaisa e Aline, profissionais envolvidas integralmente no fazer da iniciativa por acreditarem no ser humano e na ampliação do horizonte dessas mulheres por trás da marca da detenção.

Gratidão, calma, paz, esperança e liberdade são algumas das palavras de fechamento ditas pelas participantes. Sorrisos. Festa. Lágrimas. Um misto de emoções vivenciadas por todas nessa experiência de se recordarem da humanidade, ou, nas palavras delas, de se sentirem gente por uns instantes.

Para conhecer mais da iniciativa, oferecer seu trabalho ou apoiar as egressas entre em contato.



Email: belohorizontepresp@gmail.com

Site: http://www.seguranca.mg.gov.br/2013-07-09-19-17-59/presp

Contato: (31) 2129-9392

Endereço: PrEsp -Rua Espirito Santo, 466, 10º andar

Projeto realizado no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto:

Rua Conselheiro Rocha, 3792 - Horto, Belo Horizonte - MG




Belo Horizonte. Minas Gerais. Brasil. Fixo. Social, militante e educação. Mulheres em privação de liberdade.

Faça contato com a gente!
Será um prazer conhece-la (lo)!

31 9 8959 - 2008
31 9 9292 - 0064
coletivonaia@gmail.com
Belo Horizonte - MG / Brasil
           Incentivo                        Patrocínio               Realização

Projeto 441-2015 e Projeto 1375-2017

Desenvolvimento Coletivo Naiá